Quarta, 10 Julho 2019 11:01

Professores de Tutóia ocupam a galeria da Câmara em protesto à votação de Lei que autoriza prefeito gastar os 60% dos Precatórios do FUNDEF

Um grupo de professores se fizeram presentes na sessão plenária extraordinária na noite desta terça-feira (09/07/19) no município de Tutóia em que os vereadores deveriam votar um aditivo de mais de 39 milhões de reais para o orçamento de 2019/2020 enviado pelo prefeito Romildo do Hospital. 
 
Os vereadores quebraram o recesso legislativo para a votação, mas foi adiada por conta da forte pressão exercida pelos professores e por conta de pedidos de adiamento feitos pelo sinsputsampan - Sindicato da categoria, e pelo vereador Francisco Cardoso -Viriato, que preside o Comissão de Orçamento da Casa. 

A sessão foi adiada para o próximo dia 17/07/2019.


 


 


 

 

Siga-nos nas Redes Sociais