Servidores de Bacuri entram de greve por falta de pagamentos

Na tarde de ontem (25/10), os diretores da FETRAM, José Carlos e Márcia Regina, receberam a visita do presidente do Sindicato de Bacuri, professor Rogério. Na ocasião, conversaram sobre a situação grave pela qual passa a educação municipal.

O presidente relatou que os professores estão em greve por conta do não pagamento salarial a toda categoria nos últimos meses, estando sofrendo, principalmente, os professores de nível II, cujos vencimentos só saíam ao final de cada mês, com atraso de 20 dias e desrespeito ao calendário de pagamento.

Em Assembleia realizada dia 16, a categoria deliberou pela greve, que teve início na última segunda-feira (23). Medidas administrativas e judiciais estão sendo tomadas para que o município comprove a dificuldade de cumprir com sua obrigação de pagar todos os trabalhadores da educação. Enquanto a situação não se regularizar, a greve persistirá!

A FETRAM se solidariza com os professores de Bacuri, coloca-se à disposição para o enfrentamento dessa dificuldade e, se preciso for, mobilizará os sindicatos filiados para que fortaleçam o movimento grevista daquele município.

Trabalhadores unidos! Nenhum direito a menos! FETRAM - a força dos municipais do Maranhão!

Siga-nos nas Redes Sociais